Liberte-se da Escravidão

Você pode estar preso ou amarrado a uma sensação de incapacidade para agir em direção aos seus sonhos e objetivos, mas nada pode te impedir de fazer uso criativo e consciente da sua imaginação e da sua capacidade de poder pensar livremente.

Tudo provém da imaginação. Tudo, sem exceção!

Com o pensamento você cria a sua própria realidade. Sempre! O conhecimento disso faz de você o grande segredo para acessar o caminho da realização pessoal e da prosperidade.

Como somos educados e condicionados a acreditar que alguma força exterior a nós mesmos é o que determina se merecemos, se podemos, e até mesmo, se deveríamos superar tal força para conquistarmos o que desejamos, acabamos por consentir em sermos “escravos” das circunstâncias.

Rogamos por melhores oportunidades, por um ambiente mais espaçoso e melhor, por melhores condições materiais, por mais saúde, recursos e riquezas, etc… , mas, como não sabemos determinar quais seriam os desígnios dessa “força exterior”, somos levados a amaldiçoar o destino que nos mantém com as mãos e os pés atados.

Culpamos a economia, o emprego não satisfatório, o cônjuge, a falta de sorte, outras pessoas, os negócios ruins, o governo, e por aí vai. Não fomos, e não somos, educados a analisar nossa própria mentalidade para entendermos a relação íntima que existe entre o que pensamos e sentimos, e a nossa realidade individual. Queremos que as coisas mudem; mas sabemos quase nada, ou muito pouco, de que primeiro precisamos mudar a nós mesmos.

Você pode criar uma melhora radical na sua condição geral de vida exterior e material que tanto deseja se estiver disposto a melhorar a sua vida interior e espiritual. Firmar os pés no caminho da conquista de si mesmo seria a resposta para alcançar maior prosperidade e uma alegria e felicidade duradouras. Isso é encontrar a verdadeira liberdade!

Você só pode estar escravizado às circunstâncias, e empurrado e levado adiante por ela, porque ainda não adquiriu o entendimento certo da natureza mental das coisas e por não saber fazer uso correto do poder do pensamento para modificar as coisas e conquistar, ou atrair, o que deseja!

“Tudo o que somos é o resultado do que pensamos; está fundamentado em nossos pensamentos; é composto de nossos pensamentos.” (Buda)

“Como imagina em sua alma, assim ele (o homem) é”, diz Salomão no livro de Provérbios. (23:7)

Resumindo: A sua realidade, o seu mundo pessoal, é individual, e é fruto da sua própria mentalidade, ou maneira de interpretar as coisas e os acontecimentos! Na medida em que revestimos as circunstâncias e os eventos com a roupagem de nossos próprios pensamentos, revestimos também os objetos do mundo visível que nos rodeia, e onde se vê a beleza e a harmonia, outros veem feiura e discórdia.

Assim, o desconfiado acredita que todo mundo é desconfiado; o tristonho e melancólico acha que a vida é um barco furado para todos; o pessimista e frustrado não acredita que as coisas podem mudar e dar certo; o egoísta, metido a esperto e ganancioso acha que todo mundo quer lhe roubar os bens; o carente vive implorando por algo mais e a mais; o de mentalidade medíocre e empobrecida acha que o dinheiro sumiu da praça e que todos estão indo à falência; o pervertido olha para o santo e vê falsidade e hipocrisia; o que acredita em doenças e contágios vive doente e cismado que algo de errado está preste a acontecer com sua saúde!

Por outro lado, aquele que é seguro de si mesmo e confiante segue adiante sem se importar com os desafios; o otimista esperançoso acredita que tudo é possível; o insistente, determinado a viver sua missão de vida, nunca desiste; o amável e feliz não se importa com o mal; o que almeja ser próspero e bem-sucedido transforma problemas em oportunidades; aquele que tornou-se íntimo do Divino, compreende que expansão e progresso constituem-se em lei para o seu ser, seu existir, e para sua vida.

Dois prisioneiros olharam para fora da grade da janela de suas celas, um viu a lama e o outro viu as estrelas! Qual dos dois está certo? Os dois! A verdade é que, cada um de nós sempre enxerga a essência e a natureza de seus próprios pensamentos.

Eu tive a oportunidade de descobrir isso, enquanto também pude provar e demonstrar ser verdadeiro, tudo o que aqui escrevo quando, 40 anos atrás, por um período de 3 anos, eu olhei para fora das grades da janela da minha cela, numa prisão em Nova York, e optei em ver as estrelas! Realmente, fez toda a diferença em lidar com, e em poder superar e vencer, tamanho desafio ameaçador!

Você também pode aprender a entender que a beleza e a cor não estão na flor, mas nos olhos do admirador! … que você cria a sua própria realidade com os pensamentos e emoções que escolhe pensar e sentir a cada instante! … que você pode ser, fazer e ter o que quiser!

Autor: Marco Aurélio Pacifici

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima